1. O comunismo falhou miseravelmente




Estima-se que os regimes comunistas tenham matado pelo menos 100 milhões de pessoas em todo mundo, ao longo do século XX. É o que conta, por exemplo, o polêmico Livro Negro do Comunismo. O número pode até ser contestado, mas tentar minimizar a enorme tragédia humana que representaram os regimes comunistas é puro revisionismo. Crimes de tamanhas proporções deixam rastros visíveis demais para serem negados.

Este número inclui não só os mortos pela repressão política totalitária, aspecto que muitos na esquerda dita "moderada" admitem, mas inclui também os mortos em consequência de políticas econômicas desastrosas, tais como os confiscos que resultaram na fome russa de 1921 e no Holodomor ou a coletivização forçada do campo, implementada por Mao Tse Tung que resultou na Grande Fome Chinesa, que por sua vez matou cerca de 45 milhões de pessoas. (Veja o documentário sobre A Fome Chinesa que publicamos em nosso canal)