As 12 falácias anti-capitalistas mais irritantes

Algumas críticas ao capitalismo são bem construídas, bem fundamentadas e merecem uma análise séria, outras porém são simplistas, baseadas no senso comum e papagaiadas exaustivamente, explorando os limites da nossa paciência. Esse post é a reação de alguém que definitivamente, perdeu a paciência. Por serem tão simplistas e rasas, acho que tais alegações não merecem mais do que respostas curtas e objetivas.



"Trabalhamos em empregos que odiamos 
para comprar porcarias de que não precisamos."
- Frase clichê do filme Clube da Luta que eu colocava no nickname
do MSN quando eu tinha 16 anos.


1. O capitalismo nos força a passar a maior parte do nosso dia trabalhando. 
R: Qualquer que seja o sistema econômico, você terá que trabalhar porque os bens necessários para a sua sobrevivência e a da sociedade, não caem do céu.

2. O capitalismo nos força a consumir coisas das quais não precisamos. 
R: Ninguém é obrigado a consumir nada. 

2.1. Mas a publicidade tenta nos convencer de que nós precisamos de... 
R: Tenta nos convencer, mas não nos obriga a nada. 

3. O capitalismo é bom para produzir bens de consumo, mas saúde e educação são mais importantes. 
R: Saúde e educação demandam bens de consumo. Educação demanda carteiras, material escolar, prédios, etc; saúde por sua vez, demanda remédios, inúmeros materiais e até tecnologia de ponta. Uma sociedade que não for capaz de produzir nem papel higiênico, não tem nem como manter a higiene, quanto menos produzir coisas como ressonância magnética, por exemplo.

4. O capitalismo está destruindo o planeta. 
R: Não há a menor evidência de que as alternativas ao capitalismo se sairiam melhor nesse quesito. Pelo contrário, há inúmeros casos de desastres ambientais provocados pelo comunismo [1] [2] [3] [4] e até por sociedades mais "primitivas", como foi o caso de algumas civilizações pré-colombianas [1] [2], que desapareceram porque suas técnicas agrícolas inadequadas alteraram o equilíbrio ambiental da região em que viviam.


Norilsk, uma das cidades mais poluídas do mundo,
construída originalmente como um campo de concentração
pelo regime soviético.

5. No capitalismo, as empresas só se importam com o lucro.
R: O lucro numa economia de mercado, é um sinal de que a empresa está atendendo a uma demanda da sociedade. Para ter lucro, as empresas precisam vender aquilo que as pessoas querem e é só pra isso que as empresas servem: Produzir coisas que as pessoas querem.

6. Por causa do capitalismo, a desigualdade no mundo está aumentando.
R: Supondo que esta afirmação esteja certa, por outro lado há dados muito mais consistentes que mostram que a pobreza absoluta vem caindo.  Desigualdade é diferente de pobreza, a pobreza é um mal muito mais real e tangível, por isso deve ser combatido com mais urgência e o capitalismo tem se saído relativamente bem na redução da pobreza.



Proporção da população que vive na extrema pobreza desde 1990.


7. Nosso ar está poluído, nossa comida está envenenada, agrotóxicos e transgênicos estão nos matando.
R: Mas misteriosamente, a expectativa de vida em todo mundo só tem aumentado.



8. As mercadorias que consumimos são produzidas por chineses que enfrentam longas jornadas de trabalho e recebem salários baixíssimos.
R: Os chineses que trabalham na manufatura de exportação ganham muito mais do que os trabalhadores que vivem da agricultura de subsistência no interior do país. A renda média dos chineses vem crescendo muito rápido e inclusive, segundo projeções, deveria ultrapassar a renda brasileira ainda em 2016. Antes da China, a Coréia do Sul se desenvolveu seguindo o mesmo caminho: Começaram vendendo mão de obra barata para a indústria de exportação e hoje estão entre os países mais desenvolvidos do mundo.

9. A tecnologia vai causar desemprego generalizado no futuro. 
R: Há 200 anos atrás, quando as primeiras máquinas estavam surgindo na indústria, os ludistas já diziam que isso iria acontecer e até agora, não aconteceu.

Ludistas em 1812, destruindo máquinas que, 
segundo eles, iriam causar desemprego em massa.


10. A miséria não acaba porque dá lucro. 
R: Para ter lucro, os capitalistas precisam vender. Para que eles vendam, as pessoas precisam ter dinheiro para comprar. Se as pessoas são miseráveis, elas não tem dinheiro pra consumir, logo, os capitalistas não têm lucro.


11. Para que os ricos fiquem mais ricos, os pobres precisam ficar mais pobres. 
R: A economia não é um jogo de soma zero, pois o montante de riquezas disponíveis pode simplesmente aumentar. Quando você ouve falar que o PIB de um país cresceu, por exemplo, é exatamente isso que está acontecendo. 
No Brasil, ao mesmo tempo em que a pobreza estava sendo reduzida pela metade, a quantidade de bilionários estava sendo multiplicada por 10.


R: Metade da população mundial (que é de 7 bilhões de pessoas) dá 3,5 bilhões. Se dividirmos essa riqueza (US$ 1,7 tri) por 3,5 bi de pessoas, cada pessoa ficará com míseros US$ 485,71, ou ainda, pouco mais que US$ 40 por mês durante apenas 1 ano.
E depois que esse dinheiro acabasse, de onde iríamos tirar mais dinheiro pra fazer distribuição de riqueza no ano seguinte? E no outro? E no outro?
Distribuir riqueza não é a solução, a solução é criar riqueza para os mais pobres.


12 comentários:

  1. Muito bom, compartilhei.

    Conheci o site a pouco tempo e curti muito! Quem é o editor/autor dos artigos ?

    ResponderExcluir
  2. Muito Bom o Artigo gosto muito do Blog, foi atravez de um dos post de vocês que eu comecei a despertar meu interesse pelo capitalismo e me desintoxicar destas falacias que ouvi na escola como verdades absolutas.....mas sobre a china dizem que sofrera uma crise por causa da bolha imobiliária....e verdade isso???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez. Mas nesse caso a culpa seria da bolha imobiliária, não da industria manufatureira de exportação.

      Excluir
  3. outra dúvida como melhorar o trabalho na china criando concorrência??

    ResponderExcluir
  4. de fato a 8º pode não ter causado um grande desemprego de forma imediata, mas se pode observar ao longo do tempo que postos de trabalho foram extintos devido às novas tecnologias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. corrigindo, ao invés de 8º, leia-se 9º

      Excluir
    2. e outros foram criados

      Excluir
  5. 1) O capitalismo nos forçar a passar a maior parte do tempo trabalhando não aceito, porque tudo sistema econômico tem de trabalhar, pois os bens não caem do céu

    Primeiramente, a questão era sobre o tempo e não a obrigatoriedade. Segundo, o capitalista não trabalha, pode até se empregar como diretor ou conselheiro, a seu bel prazer, mas como um capitalista é mero proprietário do capital. E advinha quem mais ganha nessa meritocracia capitalista?

    2) O capitalismo não nos força a consumir nada, porque ninguém é obrigado, é apenas "convencido".

    Ou seja, você é livre para ser "convencido" por um bombardeamento permanente de propaganda ou escolher livremente morrer de inanição. Bela liberdade.

    3) Saúde e educação depende de MacDonalds, Harry Porter e Fox News

    Segundo sua colocação, a maior sociedade de consumo do mundo, os EUA, não poderiam ter a pior saúde do mundo desenvolvido, apesar de ser 100% privada (o Obamacare é servido por empresas privadas), e uma educação muito atrás da ultra-estatizada escandinávia, apesar de ter uma Havard 100% privada.

    4) O capitalismo não está destruindo o planeta, porque a URSS e os Incas eram piores!?

    Logo, os EUA, sendo o maior país capitalista e o maior poluidor e emissor de dióxido de carbono, é a melhor alternativa e a culpa é do comunismo e das sociedades pré-colombianas!?

    5) O lucro das empresas existem porque elas produzem coisas que elas querem

    Assim, o aumento de lucro em 5.400% dos remédios de HIV do capitalista americano Martin Shkreli, ocorreu porque eles produzem o que "as pessoas querem".

    6) A desigualdade está aumentando, mas a pobreza absoluta está caindo!

    Se a desigualdade aumenta, a pobreza aumenta. Um pobre americana é pobre em relação a renda média americana, pois um pobre americano é considerado classe média se fosse brasileiro. Logo, desigualdade é pobreza, e pobreza absoluta sem considerar a renda nacional, só existe no utópico globalistão.

    7) Como a expectativa de vida está aumentando, logo, não existe poluição e agrotóxicos.

    Invertei a ordem do argumento para mostrar o absurdo do mesmo. Somente um porco para sugerir que só deve existe poluição e os agrotóxicos quando ela já estiver regredindo nossa expectativa de vida.

    8) salário de fome dos chineses vão ultrapassar a renda dos brasileiros em 2016

    A propaganda de mão de obra barata chinesa servia para alienar a culpa das empresas americanas de estarem fugindo da mão de obra cara americana, mas agora com o protecionismo de Trump, bye bye.

    9) A tecnologia não causa desemprego porque não existiu o apocalipse ludista.

    A tendência ao desemprego tecnológico é comprovado com a queda da jornada. No século XIX variava de 10 a 18 horas, hoje em média são as 8h (ironicamente, a bandeira da 1a Internacional Comunista). Hoje, nos EUA, mais de 90% dos empregos criados na "recuperação" de Obama são de meio período: http://tinyurl.com/jqkkgd5

    10) A miséria não dá lucro, porque os capitalistas precisam vender

    Se um capitalista real aumentar os salários apenas porque "quer vender", seria de se perguntar, ou ele vai repassar o aumento de custos ao preço, perdendo mercado, e com isso a massa de lucro, ou vai diminuir sua margem de lucro, portanto, segundo sua teoria, ele quer ter mais lucro, com menos lucro.

    11) Os ricos enriqueceram e a pobreza caiu no Brasil.

    Concordo com a crítica da teoria da soma zero (que é mercantilista), contudo, o crescimento do capital sempre aumenta mais do que cai a pobreza do trabalho, como seu próprio exemplo ilustrou.

    12) Oh, meus dados desatualizados sobre desigualdade, são demais!

    A matéria da BBC (http://tinyurl.com/habb4rt) afirma que 62 pessoas detém mais riqueza que metade da população do planeta, bem menos, inclusive, que os 1% da chamada desta matéria da BBC.

    Quer debater de verdade? Fique a vontate:
    https://inflexao.svbtle.com/convocacao-ao-debate

    ResponderExcluir
  6. Esse porco tá mais para frango, se recusando ao debate.

    ResponderExcluir
  7. Mais uma tentativa...
    https://inflexao.svbtle.com/re-o-liberalismo-suino

    ResponderExcluir