Mais de 1100 economistas assinam carta contra o protecionismo de Donald Trump

Mais de mil e cem economistas, se juntaram à NTUF (National Taxpayers Union Foundation  – União Nacional dos Contribuintes) em protesto contra as políticas protecionistas do presidente americano Donald Trump e a possível guerra comercial que elas podem provocar. Eles se manifestaram através de uma carta, enviada ao presidente e ao congresso, pedindo que não cometam o mesmo erro cometido em 1930 e que agravaram a Grande Depressão.

Conselheiros econômicos de dois presidentes republicanos e de dois presidentes democratas, além de 15 ganhadores do Prêmio Nobel, estão entre os que pediram para o governo se afastar de “uma série de novas atividades protecionistas, incluindo ameaças de retirar-se de acordos comerciais, adoção de tarifas em resposta a desequilíbrios comerciais e a imposição de taxas”.

A organização responsável pela carta é conhecida por defender a Reforma Tributária e a redução de impostos. Vários dos economistas que assinaram a carta também são conhecidos por sua defesa do livre mercado como Robert E. Lucas, Jr., Vernon Smith, Daron Acemoglu, Donald J. Boudreaux, N. Gregory Mankiw, dentre outros.

“A redução das barreiras comerciais entre as nações tem sido uma das grandes conquistas do sistema econômico global no pós-guerra. Os acordos comerciais enriqueceram as economias em todo o mundo e permitiram o acesso de pessoas a bens que seriam inimagináveis em um clima severo de protecionismo econômico. O atual momento político viu novas barreiras comerciais erguidas, bem como novas ameaças para rescindir acordos comerciais e fazer política através de acordos comerciais que beneficiaram a todos.” – Diz a carta.

Fonte:
NTUF – Leia a carta na integra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *